24jul20

O setor pet está ganhando o mercado digital

O setor pet está ganhando o mercado digital

Há uma década poderia soar estranho comprar ração, snacks, roupinhas e brinquedos para os pets em uma loja online. Os consumidores do setor, que sempre tiveram um apelo muito físico, têm aderido cada vez mais a digitalização. Só em 2019 o mercado pet movimentou R$ 22,3 bilhões no Brasil, num percentual de crescimento considerável em relação ao ano anterior – 15% para serviços veterinários, 8,5% para os cuidados e 8,4% no setor de alimentação pet.



Desde o começo da pandemia, o mercado pet vivenciou um consumo baseado em estocagem, com aumento das vendas de alimentos em embalagens maiores. Agora, passado o reflexo de insegurança, o comportamento é mais moderado e a ampla possibilidade no digital tem feito com que cada vez mais pessoas apostem suas compras de produtos pet em ecommerces. Desde abril, mais de dois mil estabelecimentos de bairro passaram a vender em um petshop online.



 



Alimentação Amiga



Aqui na PI, em plena quarentena, estamos desenvolvendo um projeto voltado para o mercado pet. A AMIGA, uma marca de alimentação saudável para cães e gatos, que busca trabalhar com ingredientes de qualidade, aplicando modernas técnicas de fabricação para obter a melhor solução para os clientes, no caso, para os pets de seus clientes! Em um Projeto Integrado que une estratégia de posicionamento de produto, design gráfico, comunicação e gerenciamento de redes sociais, estamos desenvolvendo juntos a linguagem da marca, utilizando a nossa visão 360˚ para construir soluções integradas. Assim, mostramos ao mundo a essência da marca alinhado à estratégia da nossa agência, num planejamento estratégico pensado com estudos prévios desde o começo.





Insira seu nome e email e receba em seu email as nossas atualizações e conteúdo exclusivo!